Educational work (PT)

ORIENTAÇÃO NO ENSINO SUPERIOR ARTÍSTICO

Docência em programas curriculares teórico-práticas da área das Artes Digitais, Fotografia da unidade curricular teórica de Arte e Objecto de Arte.

Orientação de projecto dos alunos da licenciatura em Artes Plásticas da ESAD.CR e dos alunos de intercâmbio – Programa Erasmus, nas áreas da escultura, vídeo e fotografia.

 ORIENTAÇÃO DE RESIDÊNCIAS ARTÍSTICAS E PROJECTOS DE ACÇÃO PÚBLICA.

2013

VIAGENS INVISIVEIS, residência artística para a Bienal de S. Tomé e Príncipe, com Ana Fonseca, Carla Cabanas e Mónica de Miranda, projecto apoiado pela XEREM, Associação da TRIANGLE NETWORKS/Londres e pelo programa de Internacionalização da DGARTES, Direcção Geral das Artes, Portugal.

OFFLINE – Between Transits and Journeys | Triangle Network International Artists Workshop, Novembro/Dezembro de 2013.

2013

ON THE AIR , Partilh(AR)– Intervenção pública de envolvimento da comunidade do Largo do Intendente, Julho de 2013.

2012

TERRA DE FOGO, residência artística em Cabo Verde/Mindelo,  com Cristina Ataíde e Alexandra Sargento, projecto apoiado pelo programa de Internacionalização da DGARTES, Direcção Geral das Artes, Portugal.

ORIENTAÇÃO EM CONFERÊNCIAS

 2012

Transitante: entre álbuns e arquivos
, conferência Internacional, Arquivo Fotográfico de Lisboa, 05 de Dezembro, Lisboa, Portugal

O Corpo Como Vínculo Entre a Paisagem e o Desenho (Workshops and Talks) em colaboração com  Cristina Ataíde, Casa Itanhangá, Agosto, Rio de Janeiro, Brasil

 2009

Mediators , Contemporary Art at the Museuns, Casa das Histórias, Museu Paula Rego, Cascais.

 2006

Queridos Objectos, a relação do objecto na imagem do Cinema, com Nuno Lisboa e Paulo Viveiros, Museu do Design, Centro Cutural de Belém, Lisboa.

 

CONCEPÇÃO E ORIENTAÇÃO DE WORKSHOPS INTERNACIONAIS

2013

ZeroPointArt – Escola do Calhau – Projeto educativo apoiado pela DGARTES, (2013), Cabo Verde.

2012

Casa ItanhangáO Corpo Como Vínculo Entre a Paisagem e o Desenho (Workshops and Talks), em colaboração com Cristina Ataíde, Rio de Janeiro.

2011

Château de Servières – Oficinas educativas para diversos públicos, (2011), Marseille.

CONCEPÇÃO E ORIENTAÇÃO EM SERVIÇOS EDUCATIVOS

2005/13

Centro de Arte Moderna – Fundação Calouste Gulbenkian – Educadora Artística: concepção e orientação de visitas guiadas, oficinas, cursos teóricos, cursos práticos, formação acreditada. Para escolas (pré-escolar, 1º, 2º e 3º ciclo do ensino básico, ensino secundário e ensino profissional, ensino superior), crianças, famílias e adultos. Visitas guiadas em inglês, Lisboa.

2002/2013

Museu Berardo – Visitas guiadas temáticas, oficinas criativas, cursos teórico/práticos, para todos os públicos (geral e escolar), Lisboa.

2011/13

Museu da Eletricidade – Visitas guiadas temáticas, oficinas criativas para todos os públicos (geral e escolar), Lisboa.

2012/13

Fundação Carmona e Costa – Concepção e direção do Sector Educativo, atividades teórico/praticas para crianças e público em geral, Lisboa.

 2011/12

Casa das Histórias Paula Rego – Visitas orientadas temáticas, para públicos adulto, Cascais.

2011

ArteLisboa – Feira de Arte Contemporânea, Orientação do sector educativo, FIL, Lisboa.

 2007/08

Colecção Berardo na Assembleia da República e Museu Colecção Berardo, visitas orientadas temáticas, Lisboa.

2001/07

Centro Cultural de Belém – Centro de Exposições, visitas guiadas temáticas, oficinas criativas, cursos teórico/práticos, para todos os públicos (geral e escolar), Lisboa .

2007

Centro Cultural Emérico Nunes – Orientação educativa da coleção do CAMJAP em exposição, Sines.

Centro Cultural de Sines – Orientação educativa da coleção do CAMJAP em exposição, Sines.

Museu Tavares Proença Júnior – Orientação educativa da coleção do CAMJAP em exposição, Castelo Branco.

 

Cursos Temáticos e práticos, com acreditação  (seleção)

Experiências Videográficas, editar e levar para casa

18 horas

CAMJAP, Centro de Arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa.

A obra de Arte como lugar

25 horas

CAMJAP, Centro de Arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa.

Mecanismos e engenhos simples: quando a Arte incorpora o movimento

25 horas

CAMJAP, Centro de Arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa.

VIDEOCLIP

15 horas, curso de imagem em movimento.

CGD Culturgest, Fundação da Caixa Geral de Depósitos, Lisboa.

Dos fantasmas da imagem ao digital – As novas e as velhas tecnologias na arte contemporânea.

Museu Berardo, Centro Cultural de Belém, Lisboa.

Do visível – Vídeo, cinema, instalação e imagem virtual dos anos de 1960 à actualidade.

Museu Berardo, Centro Cultural de Belém, Lisboa.

A Colecção Berardo em três narrativas

Museu Berardo, Centro Cultural de Belém, Lisboa.

A cidade como motor da criação artística

Museu Berardo, Centro Cultural de Belém, Lisboa.

Pensamento Cenográfico

Museu Berardo, Centro Cultural de Belém, Lisboa.

Vistas Temáticas de relevância à especialidade (seleção)

A Atmosfera na Imagem Fotográfica

Exposição de Rodrigo Amado, Cinzeiro 8 , Museu da Eletricidade, Lisboa.

A imagem do Cinema na obra de Arte Contemporânea

Exposição de Jane and Luise Wilson,  CAMJAP , Centro de Arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian.

Naturália: Um tratado entre a ficção e o real, Museu da Eletricidade, Lisboa.

Ilusão e natureza: de onde surge a geometria e a matemática na obra de arte – Museu Berardo , Centro Cultural de Belém, Lisboa.

 

Oficinas criativas de vídeo e escultura (seleção)

 À descoberta do Novo

Exposição 360º Ciência à descoberta, Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa.

Geografias singulares

Oficina de mapas, ilustração, fotografia e multimédia, Centro de Arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa.

Partituras Visuais, imagem e som

Exposição colecção permanente CAMJAP, Centro de Arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa.

Invenções  malucas e engenhos curiosos

Exposição de Miguel Palma, CAMJAP Centro de Arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa.

Imagens Animadas, a nossa vida num desenho

Exposição colecção permanente CAMJAP, Centro de Arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa.

 Engenhos de luz

Museu Berardo, Centro Cultural de Belém, Lisboa.

Com quantas palavras se faz uma imagem!?

Museu Berardo, Centro Cultural de Belém, Lisboa.

Efeito Especial, uma ficção no museu, exposição Museu Coleção Berardo, Centro Cultural de Belém, Lisboa.

Objectos (In)Animados

Exposição de Maria Beatriz, Cinzeiro 8 , Museu da Eletricidade, Lisboa.

Corrente Continua

Exposição de Helio Oiticica, Museu Berardo, Centro Cultural de Belém, Lisboa.

 Comando, Memórias em movimento, PLAY, PAUSE AND RECORD Exposição Museu Coleção Berardo, Centro Cultural de Belém, Lisboa.

Lista de exposições relevantes na orientação e concepção de atividades educativas.

Investigação de conteúdos, obras e artistas em outras exposições patentes.

Exposições de cruzamento disciplinar  Arte e Ciência.

360º Ciência à Descoberta

Sede, Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa.

As Cores do Pensamento, as neurociências e a Arte.

Jardins, Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa.

A Evolução de Darwin

Sede, Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa.

À Luz de Einstein

Sede, Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa.

Outras

2013

Exposição, Amplitude, Ângela Detanico e Rafael Lain, curadoria de Pedro Lapa,  Museu Berardo , Centro Cultural de Belém.

2012

Exposição Entre espaços, Coleção do Cam 1968-2011, curadoria Isabel Carlos, Patrícia Rosas e Rita Fabiana, Centro de Arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa. A mostra reúne obras de artistas como Helena Almeida, Vasco Araújo, Waltercio Caldas, Fernando Calhau, Rui Chafes, Didier Fiuza Faustino, Armando Ferraz, João Paulo Feliciano, Fernanda Fragateiro, Antony Gormley, Tim Head, Marina Mesquita, Bruno Pacheco, Vítor Pomar, Rui Sanches, Pedro Cabral Santo, Pedro Campos Rosado, Julião Sarmento, Noé Sendas, Augusto Alves da Silva, Ana Vieira, Jane & Louise Wilson, entre outros.

Exposição, Body without Limits de Judith Barry, Museu Berardo , Centro Cultural de Belém.

Exposição Quatro Estações de Beatriz Milhazes, curadoria Isabel Carlos e Michiko Kono, Centro de Arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa, em parceria com a Fundação Beyeler de Basel, Suiça. Exposição construída sobre quatro pinturas monumentais que exploram tematicamente as estações do ano, incluindo um trabalho inédito de relação com a arquitetura, criado especificamente para a nave central da sala de exposições

Exposição Entre/ Between, de Antoni Muntadas curadoria Daina Augaitis, Centro de Arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa, em colaboração com o Museu Nacional Centro Reina Sofia. Exposição que incide nos trabalhos do artista da década de 70 e a instalação Exhibition, poucas vezes mostrada, com total ocupação da galeria principal e incontornável no seu percurso artístico.

Exposição Josef Albers na América, Pintura sobre papel, curadoria Heinz Liesbrock e Michael Semff, Centro de Arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa, em colaboração com o Josef Albers Museum Quadrat Bottrop e Staatliche Graphische Sammlung München . Primeira exposição da obra de Josef Albers (1888-1976) em Portugal.

Exposição Pequeno- almoço sobre cartolina, de Jorge Varanda, curadoria Lígia Afonso, Centro de Arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa. Primeira exposição retrospetiva póstuma do artista.

Exposição Permanente – Coleção Berardo, curador Pedro Lapa, Museu Coleção Berardo, Lisboa. A mostra organiza-se em dois grandes núcleos temáticos, Do Dadaísmo à Pop (1900-1960) e Das Neovanguardas à Atualidade (1960 – 2010) e reúne obras de artistas como Marcel Duchamp, Kurt Schwitters, Malevich, Popova, El Lissitzky, Piet Mondrian, Hans Arp, Henry Moore, André Breton, Juan Miro, Picasso, Giorgio Morandi, Dubuffet, Jackson Pollock, Pierre Soulages, Jean Tinguely, Lucio Fontana, Yves Klein, Francis Bacon, Anthony Caro, Villeglé, Robert Rauschenberg, Andy Warhol, Donald Judd, Richard Serra, Joseph Kosuth, Dan Graham, Anish Kapoor, Cindy Sherman, Nam June Paik, Christian Boltanski, Tony Oursler, Bill Viola, James Turrel, Alexander Calder, Carl André, Dan Flavin, entre outros.

Exposição Frutos estranhos, de Rosângela Rennó curadoria Isabel Carlos, Centro de Arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa. Exposição antológica que cobriu mais de duas décadas de trabalho da artista.

Exposição A Mata B, A kills B curadoria Rita Fabiana, Centro de Arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa. Projeto que o coletivo de artistas A kills B (fundado em 2007 por Hugo Canoilas e João Ferro Martins) concebeu para dois espaços do CAM, uma Ação Imagética na Sala Polivalente e uma Instalação na Sala de Exposições Temporárias.

Exposição One after another, a few silent steps, de Pedro Cabrita Reis, comissária Sabrina van der Ley, Museu Coleção Berardo, Lisboa em colaboração com a Hamburger Kunsthalle, Alemanha, e com o Musée Carré d´Art – Musée d´art contemporain de Nîmes, França. Exposição antológica do artista.

Exposição Plegaria Muda, de Doris Salcedo, curadoria Isabel Carlos, Centro de Arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa, em colaboração com MUAC- Museo Universitário Arte Contemporáneo, México e MAXXI – Museo Nazionale delle Arti del XXI secolo, Roma, e Pinacoteca do Estado de São Paulo. A obra Plegaria Muda  foi concebida para a nave do CAM e resultou de uma encomenda conjunta do CAM-Fundação Calouste Gulbenkian e do Moderna Museet Malmö.

Exposição Paisagem na Coleção do CAM, curadoria Ana Vasconcelos, Centro de Arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa. A mostra reuniu obras de Gabriela Albergaria, José Dominguez Alvarez, Jorge Barradas, Michael Biberstein, Carlos Botelho, Fernando Calhau, Luís Campos, Alberto Carneiro, António Carneiro, Nuno Cera, Alexandre Conefrey, Thomas Joshua Cooper, João Cristino da Silva, Ricardo da Cruz-Filipe, Hamish Fulton, Andy Goldsworthy, Fernando Lemos, Adelina Lopes, Rui Moreira, Luís Neuparth, Luís Noronha da Costa, João Queiroz, Luís Palma, Joaquim Rodrigo, Francis Smith, Ângelo de Sousa, Amadeo de Souza-Cardoso, Rui Vasconcelos, entre outros.

2011

Exposição Casa Comum, Obras da Coleção do CAM, curadoria Leonor Nazaré, Centro de Arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa. A mostra reuniu obras de Amadeo de Souza-Cardoso, António Areal, António Carneiro, Bernardo Marques, Carlos Botelho, Emmerico Nunes, Fernando Lemos, Filipa César, Gil Heitor Cortesão, Graça Pereira Coutinho, João Abel Manta, Joaquim Bravo, Jorge Barradas, José de Almada Negreiros, José Dominguez Alvarez, José Pedro Croft, Julião Sarmento, Júlio Resende, Lourdes Castro, Manuel Amado, Manuel Bentes, Maria Beatriz, Mário Eloy, Nadir Afonso, Pedro Cabrita Reis, Pedro Calapez, Pedro Gomes, Rui Filipe, Sarah Affonso, Thomas Weinberger, entre outros.

Exposição A culpa não é minha, Obras da Coleção António Cachola, curadoria Eric Corne, Museu Coleção Berardo, Lisboa. A mostra reuniu obras de João Tabarra, Ângela ferreira, Fernanda Fragateiro, André Gomes, Rui Calçada Bastos, José Maças de Carvalho, João Louro, André Romão, Pedro Calapez, José Pedro Croft, José Loureiro, Rui Chafes, Pedro Cabrita Reis, João Pedro Vale, Miguel Palma, Nuno Cera, Noé Sendas, Alexandre Estrela, João Onofre, André Guedes, João Paulo Serafim, Luís Campos, Manuel Botelho, entre outros.

Exposição Falemos de casas, Trianal de Arquitetura de Lisboa, curadoria Delfim Sardo, Museu Coleção Berardo, Lisboa.

Exposição OBSERVADORES – Revelações, Trânsitos e Distâncias, 6ª Apresentação da Coleção Berardo, curadoria Dr. Jean-François Chougnet, Ana Rito e Hugo Barata, Museu Coleção Berardo, Lisboa. A mostra reuniu obras de artistas como Christian Boltanski, Louise Bourgeois, Tony Oursler, Bruce Nauman, Pablo Picasso, Max Ernst, Balthus, Andres Serrano, Douglas Gordon, Jorge Molder, João Onofre, Fernando Calhau, Julião Sarmento, Ernesto de Sousa, Lawrence Weiner, Bernardi Roig, Anselm Keifer, Frank Stella, Michelangelo Pistolletto, Marcel Duchamp, Yves Klein, Lucio Fontana, James Turrel, Pedro Cabrita Reis, Ad Reinhart, Mario Merz, Carl Andre, Robert Longo, Jan Fabre, Jean-Jacques Lebel, George Segal, entre outros.

Exposição Muros de Abrigo, de Ana Vieira, curadoria Paulo Pires do Vale, Centro de Arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa. A mostra propunha uma leitura da obra da artista num olhar retrospetivo desde o final dos anos 60 até ao presente.

2010

Exposição Mais que a Vida, curadoria Isabel Carlos, Centro de Arte Moderna e Sede da Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa. O projeto expositivo assentava num diálogo permanente entre o percurso artístico de Vasco Araújo e Javier Téllez, uma espécie de dupla antológica com a inclusão de obras concebidas especialmente para o projeto.

2009

Exposição A interpretação dos sonhos, Fotografias de Jorge Molder, curadoria Leonor Nazaré, Sede da Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa. A mostra integrava diferentes séries de trabalhos doadas à Fundação.Exposição SHE IS A FEMME FATALEMulheres Artistas na Fundação de Arte Moderna e Contemporânea Museu Coleção Berardo, curadoria Ana Rito e Hugo Barata, Museu Coleção Berardo, Lisboa. A mostra reuniu obras de artistas como Nan Goldin, Louise Bourgeois, Cindy Sherman, Hannah Villiger, Pilar Albarracín, Paula Rego, Suzanne Themlitz, Rosângela Rennó, Manuela Marques, Vera Mantero, Ainno Kannisto, Eileen Agar, Francesca Woodman, Shirin Neshat, Guerrilla Girls, entre outras.

Exposição Arriscar o Real – Coleção Berardo, curadoria Larrys Frogier, Museu Coleção Berardo. A mostra reuniu obras de Donald Judd, Carl Andre, Mario Merz, Rosemarie trockel, Larry Bell, Jeff Koons, Valie Export, Alexander Perigot, Anish Kapoor, entre outros.

Exposição Dan Flavin na Coleção Panza. Museu Coleção Berardo, Lisboa.

Exposição Anos 70, Atravessar Fronteiras, curadoria Raquel Henriques da Silva, Centro de Arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa.

Exposição Silêncios, por Martin Karmitz curadoria Marin Karmitz. Museu Coleção Berardo, Lisboa em parceria com o Musées de La Ville de Strasbourg. A mostra reúne obras de artistas como Christian Boltanski, Annette Messager, Juan Muñoz, Joseph Kosuth, Tadeusz Kantor, Chris Marker, Alberto Giacometti, Mario Merz, On Kawara, Bruce Nauman e Ilya e Emília Kabakov, entre outros.

Exposição Arquivo universalO Documento e a Utopia Fotográfica, direção de Bartolomeu Marí, comissário Jorge Ribalta, Museu Coleção Berardo, Lisboa em coprodução com o Museu D´Art Contemporani de Barcelona.

Exposição Espaços Sensíveis – Coleção La Caixa, comissária Nimfa Bisbe, Museu Coleção Berardo em colaboração com a Fundação La Caixa. A mostra reuniu instalações de James Turrell, Douglas Gordon, Olafur Eliasson, Dominique Gonzalez-Foerster, Juan Muñoz, Soledad Sevilha, Perejaume, Cristina Iglesias, Ernesto Neto, Bruce Nauman, Xavier Veilhan, Bill Viola, entre outros.

Exposição Não te posso ver nem pintado – Coleção Berardo. Museu Coleção Berardo. A mostra reuniu obras de Andy Warhol, Eric Fischil, Paula Rego, Noronha da Costa, Francis Bacon, Baselitz, Penck, Immendorf, Schnabel, Lourdes Castro, Robert Bechtle, Tom Blackwell, Malcom Morley, Ida Tursic e Wilfried Mille, Gerhard Richter, Luc Tuymans, Damien Cadio, Damien Deroubaix, Manuel Ocampo, Sigmar Polk, Eugène Leroy, Martial Raysse, entre outros.

Exposição A Intuição e a Estrutura: de Torres Garcia a Vieira da Silva, comissários Jean-François Chougnet, Consuelo Císcar Casabán e Eric Corne, Museu Coleção Berardo, Lisboa em parceria com o IVAM- Institut Valencià d´Art Modern. Antológica dos dois artistas.

Exposição BesArt – O Presente: uma dimensão infinita. Museu Coleção Berardo em parceria com a Coleção Espírito Santo.. A mostra reuniu obras de Andres Serrano, Vik Muniz, Douglas Gordon, Thomas Ruff, Nan Goldin, Cindy Sherman, Roni Horn, Mathew Barney, Candida Höfer, entre outros.

Exposição Le Corbusier, Arte da arquitetura, curadores Stanislaus von Moss, Arthur Rüegg e Mateo Kries. Museu Coleção Berardo em colaboração com o Vitra Design Museum. Vida e obra do autor incluindo projetos de arquitetura, mobiliário, pintura e escultura.

Exposição Maison Tropical, de Ângela Ferreira. Museu Coleção Berardo, Lisboa

Exposição Pipedream, de Alexandre Perigot, comissário Larys Frogier, Museu Coleção Berardo, Lisboa em colaboração com Le Cneai.

Exposição BESphoto 2008, Museu Coleção Berardo, Lisboa. Obras de André Gomes, Edgar Martins e Luís Palma.

2008

Exposição Horizontes de Waltercio Caldas, curadoria Jorge Molder, Centro de Arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa. Exposição antológica, obras e projeto de exposição do artista.

Exposição Algumas Obras a Ler – Coleção Eric Fabre, Comissário Eric Fabre, Museu Coleção Berardo, Lisboa A mostra reuniu obras de artistas como Isidore Isou, Gil Wolman, Art&Language, Joseph Kosuth, Guy Débord, entre outros.

Exposição Body without limits, Judith Barry. Museu Coleção Berardo, Lisboa. Retrospectiva da artista.

Exposição Tempo Suspenso, de Jane e Louise Wilson, curadoria de Isabel Carlos, Centro de Arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa. Maior exposição individual até à data das gêmeas britânicas com obras inéditas e cinco esculturas produzidas especificamente para o espaço do CAM.

Exposição O Fio Condutor, Desenhos da Coleção do CAM, curadoria Leonor Nazaré, Centro de Arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa. A mostra reuniu obras de Alexandre Conefrey, Ana Hatherly, António Palolo, Artur Rosa, António Sena, Derek Boshier,  Helena Almeida, João Vieira, Joaquim Bravo, Jorge Martins, José Loureiro, Pedro Calapez, Rui Moreira, Ruy Leitão, Teresa Henriques, Zao Wou-ki entre outros.

Exposição Robert Longo, comissário Gilbert Perlein, Museu Coleção Berardo, Lisboa em colaboração com o Musée d´Art moderne et d´Art contemporain de Nice. Retrospetiva do artista.

Exposição 41º 52´59´´ Latitude N / 8º 51´12´´ Longitude O, de Jorge Barbi, curadoria Juan de Nieves, Centro de Arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa, em coprodução com MARCO, Museo de Arte Contemporânea de Vigo. Diferentes séries de fotografias dos últimos anos, peças anteriores e produções específicas para a mostra.

Exposição Escola Back to School, Obras da Coleção do CAM, curadoria Isabel Carlos, Centro de Arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa. A mostra reuniu obras de Fernando Calhau, Mário Cesariny, António Dacosta, Jan Fabre, Peter Greenham, Ana Jotta, Eurico Lino do Vale, Eduardo Luiz, Henri Matisse, John Monks, Luís Noronha da Costa, Rolando Sá Nogueira, António Sena, Mark Wallinger, entre outros.

Exposição Professores, curadoria Isabel Carlos, Centro de Arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa. A mostra reuniu obras de Eduardo Batarda, Manuel Botelho, Miguel Branco, Ângela Ferreira, Álvaro Lapa, Pedro Morais, João Queiroz e Rui Sanches.

Exposição Sem Rede – Joana Vasconcelos, comissário Miguel Amado, Museu Coleção Berardo, Lisboa. Retrospetiva da artista.

Exposição Tudo o que é sólido dissolve-se no ar – O Social na Coleção Berardo, comissário Miguel Amado. Museu Coleção Berardo, Lisboa. A mostra reuniu obras de Jenny Holzer, Jörg Immendorf, Eduardo Paolozzi, Yevgeniy Fiks, Ana Maria Tavares, Eugénio Ditterborn, On Kawara, Basquiat, Penck, Deroubaix, Dan Flavin, Carl André, El Lissitzki, Rodchenko, Chris Oddili, Rigo 23, John Baldassari, Andres Serrano, Robert Mapplethorpe entre outros.

Exposição Abstração e Figura Humana, na Coleção de Arte Britânica do CAM, curadoria Ana Vasconcelos, Centro de Arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa. A mostra reuniu obras de Victor Pasmore, Rachel Whiteread, Barbara Hepworth, Ben Nicholson, Naum Gabo, Craigie Horsfield, Antony Gormely, Richard Hamilton, Gilbert e George, entre outros.

Exposição Filme e Vídeo, na Coleção do CAM, curadoria Leonor Nazaré, Centro de Arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa. A mostra reuniu obras de Helena Almeida, Julião Sarmento, Fernando Calhau, Ana Hatherly, Ângelo de Sousa, João Onofre, Rui Calçada Bastos, Noé Sendas, Bruno Pacheco, Filipa César, João Paulo Feliciano, Rui Valério, entre outros.

Exposição Sobre o ditado da Imagem – Coleção Berardo. Museu Coleção Berardo. A mostra reuniu obras de Pierre Klossowski, Balthus, Paula Rego, Francis Bacon, entre outros.

Exposição Mappa-Mundi, comissário Guillaume Monsaingeon, Museu Coleção Berardo. Lisboa. A cartografia vista por artistas contemporâneos como David Reimondo, Adriana Varejão, Paola di Bello, Alighiero e Boetti, Ângela Detanico, Rafael Lain, Peter Fend, Jochen Gerner, Marco Godinho, Nina Katchadourian, Cristina Lucas, Matt Mullican, Daniel Chust Peters, Jeremy Wood, Qin Ga, Guillermo Kuitca, Michelangelo Pistoletto, Joseph Kosuth, Mateo Maté entre outros.

Exposição Para quem mora lá, o céu é lá , Os Gémeos, comissário Eric Corne, Museu Coleção Berardo. Lisboa. Pinturas, Instalações e obras inéditas da dupla de artistas.

2007

Exposição Um Teatro Sem Teatro, comissário Bernárd Blisténe, Museu Coleção Berardo em colaboração com o MACBA, Barcelona. A mostra reuniu obras de Antonin Artaud, Thadeuzs Kantor, Samuel Beckett, Bruce Nauman, Merce Cunningham, Trisha Brown, Yvonne Rainer, Oskar Schlemer, Fluxus, Living Theatre, Dan Graham, Robert Morris, Daniel Buren, Juan Muñoz, Alfred Jarry, Jerzy Grotowski, Meyerhold, Robert Filliou, Joseph Beuys, Marcel Broodthaers, Isidore Isou, Guy Debord, Erwin Piscator, Allan Kaprow entre outros.

Exposição Geografias Vivas de Gonçalo Byrne. Museu Coleção Berardo. Lisboa. Em parceria com a VI Bienal Internacional de Arquitetura São Paulo e a Ordem dos Arquitetos.

Exposição Caprichos, de Manuel Casimiro e Michel Butor. Museu Coleção Berardo, Lisboa. Intervenções plásticas sobre Os Caprichos de Goya.

Exposição Cândida Höfer, Museu Coleção Berardo. Lisboa.

Exposição Habitar Portugal 2003-2005, comissário José António Bandeirinha, Museu Coleção Berardo em parceria com a Ordem dos Arquitetos. A mostra incluía projetos de Eduardo Souto Moura, Paulo Providência, Nuno Mateus e José Mateus, Alcino Soutinho, Adalberto Dias, Fernando Távora, Manuel Salgado, João Luís Carrilho da Graça, Paulo David João Mendes Ribeiro, Álvaro Siza, entre outros.

Exposição 3 D – Coleção Berardo na Assembleia da República, comissário Jean-François Chougnet,  Fundação de Arte Moderna e Contemporânea Museu Coleção Berardo em parceria com a Assembleia da República, Lisboa. Esculturas de artistas como Alexander Calder, Niki de Saint Phalle, Phillip King, Rui Chafes, Fernanda Fragateiro, Rui Sanches, Ângelo de Sousa, João Paulo Feliciano, Sol Lewitt, Max Ernst, Jeff Koons, Frank Stella, César, Tony Cragg, Antony Gormley entre outros.

2006

Exposição O Desenhador Compulsivo, de Abel Salazar. Centro de Exposições do Centro Cultural de Belém, Lisboa em parceria com a Fundação Mário Soares e a Casa-Museu Abel Salazar.

Exposição Rebeca Horn. Centro de Exposições do Centro Cultural de Belém, Lisboa. Retrospetiva da artista.

Exposição Helga de Alvear, conceitos para uma coleção. Centro de Exposições do Centro Cultural de Belém, Lisboa.

Exposição Frida Kahlo – Vida e obra 1907.1954, comissária Josefina Garcia Hernandez, Centro de Exposições do Centro Cultural de Belém, Lisboa em colaboração com o Museo Dolores Olmedo Patiño, México.

2005

Exposição Aires Mateus, comissário Diogo Seixas Lopes, Centro de Exposições do Centro Cultural de Belém, Lisboa. Projetos de arquitetura e projeto da exposição da dupla de arquitetos.

Exposição, Sabine Hornig, comissário Delfim Sardo, Centro de Exposições do Centro Cultural de Belém, Lisboa.

Exposição, Câmara de Ecos, de Adriana Varejão, comissário Delfim Sardo, Centro de Exposições do Centro Cultural de Belém, Lisboa, em parceria com o Ministério da Cultura e a Fondation Cartier pour l´art contemporain.

Exposição Catalysts! A força cultural do design de comunicação, comissário Max Bruinsma, Centro de Exposições do Centro Cultural de Belém em parceria com a ExperimentaDesign 2005 – Bienal de Lisboa.

Exposição Habitação Nómada – Joalharia Contemporânea, Intimidade e Domínio Público, comissária Mónica Gaspar, Centro de Exposições do Centro Cultural de Belém, Lisboa.

2004

Exposição, Comer o coração , de Rui Chafes e Vera Mantero, Centro de Exposições do Centro Cultural de Belém, Lisboa.

2003

Exposição, Guardi , A Arte da Memória, Centro de Exposições do Centro Cultural de Belém, Lisboa.

2002

Exposição, Gary Hill, Centro de Exposições do Centro Cultural de Belém, Lisboa.

Exposição, José Pedro Croft 1974-2002, Centro de Exposições do Centro Cultural de Belém, Lisboa.

Exposição, Malievch e o cinema, Centro de Exposições do Centro Cultural de Belém, Lisboa.

 

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s